Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

 Sons, só, saudade.

O cotidiano instrumentado a vida.

SOM, só, CHÃO; Intimidade.

Entre o espaço de saciar a vontade;

escuto sons, ouço passos.

Sons da cidade.

CHÃO é música!

 

Tá em todo lugar.

 

 

Lira, 16/12/11

sinto-me: Chão_ Lenine
publicado por Poesia e Vídeo (Aline LiRa) às 14:49
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


últ. comentários
ah quero você...
Muito bom ...! =)"Brinque de rimarquando as palavr...
Olá...quem é vc anônimo...Sou extremamente curiosa...
mto bom! =)
Resumindo: Parabéns. E obrigado por lembrar!
E quem melhor para requerer nossas intimidades do ...
Assumir o erro, errar de novo, apagar,reescrever. ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro