Terça-feira, 14 de Agosto de 2012

Ela tinha um poema de muito tempo
...
Nos apaixonamos
Um pouco mais;
a cada gole de carência;
que a falta impera.
Dando voz ao ouvido.
Dando grito ao prazer.

Nos libertamos
ao passo que o amor declara.
que a fala cala.
Ficamos nus de nós.
Nos apaixonamos lentamente;
criando atalhos para
não surtar;
afinal, nunca estamos no presente;
sempre entre ontem e a expectativa.
Linhas, ideias...
Buscando num trago; 
o mesmo sentido
efêmero que a vida dá.
Nos apaixonamos
para fazer sentido, ouvir 
música brega e gostar disso.
São as cores, 
os ritmos (de festa).
Nos apaixonamos e ponto.
Vírgula pra quê?
O espelho não é mais de vidro;
é de pele e osso.

Aline Lira!
sinto-me: Tudo que você podia ser
música: Milton Nascimento
publicado por Poesia e Vídeo (Aline LiRa) às 05:56
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


últ. comentários
ah quero você...
Muito bom ...! =)"Brinque de rimarquando as palavr...
Olá...quem é vc anônimo...Sou extremamente curiosa...
mto bom! =)
Resumindo: Parabéns. E obrigado por lembrar!
E quem melhor para requerer nossas intimidades do ...
Assumir o erro, errar de novo, apagar,reescrever. ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro